Tutorial nº 4 | Configurando o seu e-mail

Para garantir que os seus e-mails cheguem na caixa de entrada de quem se cadastrou para recebê-los e não na caixa de spam, é importante configurar corretamente a conta de e-mail que você usará para enviar e-mail marketing.

Se você enviar e-mails de domínios públicos, como @gmail.com, suas campanhas têm mais chances de serem consideradas spam.

Alguns provedores de e-mail proíbem o envio de e-mails em massa de domínios públicos. Se você fizer isso, sua campanha poderá ser rejeitada pelo provedor do destinatário, e o e-mail não será entregue.

 

Se você usar um endereço de domínio público para enviar e-mails pela Selzy, você terá o limite de até 50 contatos para sua lista de contatos.

Usar um endereço de domínio público também impedirá o envio de e-mails em automações.

Recomendamos criar um e-mail corporativo em seu domínio e configurar uma autenticação para este e-mail. Dessa maneira, você pode enviar qualquer número de e-mails dentro do plano escolhido.

Se você já possui um endereço de e-mail corporativo, vá para a seção Configure a autenticação e siga as instruções.

Para configurar seu endereço de e-mail corporativo, você precisará de um site e acesso ao painel de controle da hospedagem do site.

Cadastre um e-mail corporativo

Qualquer campanha funciona melhor quando enviada de um endereço de e-mail corporativo. É um endereço registrado no domínio do seu site. Por exemplo, @uber.com, @booking.com.

As campanhas enviadas de um endereço de e-mail corporativo não levantam suspeitas nos provedores de serviços de e-mail. Além disso, um endereço de e-mail corporativo parece mais profissional e é mais conveniente. O domínio já informa ao destinatário qual empresa é a remetente.

Se você deseja registrar um e-mail corporativo usando o Google, siga este tutorial para criar um endereço de e-mail no seu domínio.

Configure a autenticação

A autenticação é o processo de verificação de um remetente de e-mail. Ela é usada para melhorar a entrega das suas campanhas.

A autenticação funciona como um documento de identidade ou passaporte. Os provedores de serviços de e-mail verificam se você possui autenticação e decidem permitir ou não que uma campanha chegue nas caixas de entrada. Se você configurar a autenticação, os fraudadores não conseguirão enviar e-mails usando o nome do seu domínio.

A autenticação oferece dois benefícios:

  • Aumenta as chances de suas campanhas chegarem na caixa de entrada. A autenticação ajuda um provedor de e-mail a entender quem enviou o e-mail – um remetente confiável ou alguém cometendo fraude. Se você não estiver enviando spam, suas chances de chegar à caixa de entrada aumentam.
  • Permite o uso de postmasters. Esses são serviços especiais de provedores de e-mail (por exemplo, o postmaster do Gmail) que mostram a reputação do domínio, a porcentagem de e-mails que acabam como spam e a entregabilidade para provedores de serviços de e-mail específicos. Você não poderá acessar esses dados sem autenticação.

Siga os passos abaixo para configurar a autenticação para o seu e-mail.

 

Se você não tiver disponibilidade para lidar com a autenticação ou estiver com dificuldades neste processo, é possível solicitar o serviço de configuração do nosso Atendimento ao Cliente.

Configurar a autenticação.

Adicione o seu e-mail aos e-mails confirmados

Antes de configurar a autenticação, adicione um endereço de e-mail corporativo em "E-mails Confirmados" na sua conta Selzy. Vá para Gerenciamento da Conta → Configuração da conta → E-mails Confirmados.

O botão de adicionar um e-mail aos endereços confirmados.

Clique em Adicionar. Em seguida, insira seu e-mail e nome. No campo Nome, você pode inserir seu nome ou o nome da empresa. Este é o nome do remetente que será indicado nos seus e-mails ao enviar. O nome ajuda seus assinantes a identificar o remetente da campanha. Você pode alterar o nome do remetente na seção "E-mails Confirmados" das Configurações.

Clique em Confirmar.

Formulário para inserir os dados do e-mail a ser confirmado.

Você receberá um e-mail de confirmação no endereço indicado.

Pop-up informando que o e-mail de verificação foi enviado para o endereço informado.

Procure um e-mail da Selzy em sua caixa de entrada e clique no botão Confirm e-mail address.

O e-mail de confirmação que chegará na sua caixa de entrada.

Pronto! Agora seu e-mail está confirmado.

Mensagem de confirmação avisando que o processo teve sucesso.

Configure a autenticação de domínio

Vá para Configuração da conta e escolha Autenticação de Domínio. Para configurar a autenticação de domínio do endereço de e-mail corporativo que você usa para enviar suas campanhas, clique no botão Criar.

 

Você poderá adicionar um domínio apenas se já tiver confirmado na Selzy um e-mail com este domínio.

A página de autenticação de domínio.

Coloque o nome do domínio (o endereço do site sem o protocolo) e clique no botão Obtain settings.

Formulário para inserção do domínio.

Você verá uma janela com as informações que precisará copiar na hospedagem do seu domínio.

Informações a serem inseridas na sua hospedagem.

O SPF mostra quais servidores de e-mail estão autorizados a enviar e-mails em seu nome. Se você usa um serviço de e-mail marketing, deve declará-lo no SPF.

O DKIM permite que o servidor de envio assine seus e-mails com uma chave única. Se alguém decidir enviar um e-mail usando o nome do seu domínio, essa pessoa não apresentará essa chave. Portanto, os provedores que receberem a fraude a detectarão e colocarão o e-mail do fraudador na pasta de spam.

Insira registros TXT no seu serviço de hospedagem de domínio para configurar a autenticação DKIM e SPF.

Se você não sabe qual é o seu provedor de hospedagem, use o NsLookup para descobrir e lembre-se do nome.

Por exemplo, vamos descobrir a hospedagem para Reserved.com.

Nome do servidor, indicando que a hospedagem foi feita na Akamai.

Depois de conferir, vemos que, de acordo com os registros da NS, a autenticação deve ser configurada na hospedagem Akamai (akam)

Vamos usar o Hostinger como exemplo para mostrar como adicionar registros. Você pode fazer isso com outro serviço de hospedagem, apenas a interface será diferente.

Vá para a página inicial do serviço de hospedagem, encontre o domínio desejado na guia Domínio e, em seguida, clique no botão Gerenciar ao lado dele.

Botão que leva à área de gerenciamento de domínios.

Botão para gerenciar um domínio específico.

Então vá para a aba DNS / Nameservers, onde você pode gerenciar os registros DNS do domínio.

Área de DNS/Nameservers do Hostinger.

Role até Gerenciar registros DNS e copie e cole o seguinte texto no campo Aponta para:

@ TXT v=spf1 include:spf.selzy.com ~all

Formulário para cadastro de registro DNS.

Essa linha tem o seguinte significado:

  • @ – o nome do registro (hospedagem) ou do subdomínio. Se @ não puder ser usado, use o nome do seu domínio no campo Nome (Subdomínio)
  • TXT – o tipo de registro.
  • v=spf1 include:spf.selzy.com ~all – o valor do registro.

Preencha os campos com os dados do registro SPF. No campo TTL, você pode deixar o valor padrão, que já está preenchido. Este valor é o tempo, em segundos, de atualização dos dados.

Preencha todos os campos e clique em Adicionar registro.

Formulário para registro preenchido com o SPF.

 

Mesmo se você usar um serviço diferente, é obrigatório incorporar um registro SPF. Esse registro inclui todos os serviços que você vai usar nas suas campanhas.

No exemplo abaixo, o registro SPF inclui dois serviços: Selzy e mail.hostinger.com.

TXT @ o “v=spf1 include:spf.selzy.com include:_spf.mail.hostinger.com ~all” 14400

É assim que fica o registro SPF.

Agora, você precisa criar outro registro, com o mesmo procedimento que usou para o SPF. Para criar um registro DKIM, use os dados da sua conta e o adicione à hospedagem.

us._domainkey TXT v=DKIM1; k=rsa; p=MIGfMA0GCSqGSIb3DQEBAQUAA4GNADCBiQKBgQD0l3mpHnuXwYcWwNQjURQKJGPDrzQH9BVXXWMT2TGLdxbXitJEdbjd7fB729q0kaoYK61eDAyaaEg0Y4ITmO+xvatxTQCNq0srPTF3dfc5mbrOFc0HsAtOy0faXUDF8veDr+bs8kcCtoQHpwks+51SXv3ETjMld/TWZicwc3nVIQIDAQAB

Essa linha tem o seguinte significado:

  • us._domainkey – o nome do registro (domínio) ou subdomínio. O registro deve conter us._domainkey.
  • TXT – o tipo do registro.
  • v=DKIM1; k=rsa; p=MIGfMA0GCSqGSIb3D… – o valor único do registro de cada domínio no sistema. Essa é a chave DKIM.

 

Alguns painéis de controle exigem que o seu domínio (o que você está autenticando) sejam manualmente adicionados depois de us._domainkey, por exemplo: us._domainkey.seudominio.com. Entretanto, na maioria dos casos, us._domainkey é o suficiente.

Escolha o mesmo tipo de registro do SPF: TXT. Copie e cole a longa chave DKIM no campo de valor e clique em Adicionar registro quando tudo estiver pronto.

Formulário preenchido com o registro DKIM.

Depois de configurar os dados de hospedagem, abra a Selzy e vá para Configurações → Autenticação de domínio e confira se o status mudou para Ativado. Isso significa que a autenticação foi um sucesso.

O status demora um pouco para ser atualizado. Espere entre meia hora e algumas horas para fazer essa verificação.

Interface da Selzy informando que o domínio foi ativado.

Para atualizar o status manualmente, clique nas setas ao lado dele.

E pronto! Você fez com sucesso a autenticação do seu e-mail.

DMARC

Além de SPF e DKIM, você pode configurar a DMARC, um protocolo adicional de autenticação, para especificar a política de interpretar esses registros. As três principais políticas são “none” (nada), “quarentine” (quarentena) e “reject” (rejeitar).

Dessa maneira, os provedores de e-mail receberão instruções para lidar com situações em que um e-mail é enviado do seu domínio, mas as autenticações SPF e DKIM falham, tipicamente indicando uma tentativa de enviar spam através do seu domínio.

Com a DMARC configurada, você receberá relatórios agregados sobre verificações com falha.

Não é obrigatório usar o DMARC se você acabou de começar a configurar a autenticação. Você pode enviar suas campanhas sem ele.

Fluxo de autenticação de um e-mail, passando por conferências padrão e que pode resultar em quarentena, entrega ou caixa de spam.

Se você enviar mais do que 5.000 mensagens por dia para contas do Gmail, deve configurar DMARC para respeitar a política da Google para envios em massa.

Importante: Se você configurou autenticações SPF e DKIM agora, espere alguns dias antes de configurar a autenticação DMARC. DKIM e SPF deve estar autenticando mensagens há pelo menos 48 horas antes de começar a usar DMARC.

Diferente de DKIM e SPF, você mesmo deve criar um registro DMARC. Abra um editor de texto e crie um registro DMARC TXT record para o seu domínio. 

Um registro básico de DMARC é assim:

 

v=DMARC1; p=none; rua=mailto:[email protected]

  • v=DMARC1 — Indica que é um registro DMARC.
  • p=none — Especifica a política para mensagens que falharem na verificação de DMARC. Nesse exemplo, está definido como “nada”. Isso significa que nenhuma ação acontecerá. Você pode mudar depois, se necessário.
  • rua — Especifica o endereço de e-mail para o qual os relatórios agregados serão enviados.

Comece com a política DMARC “none” para monitorar e produzir relatórios sem impactar seus e-mails reais. Isso é suficiente para respeitar as exigências da Google para envios em massa.

Uma vez que você tiver confiança de que seus e-mails reais passarão nos testes de autenticação, considere usar uma política mais restrita, como “quarentine” ou “rejeitar”.

Guarde o registro nas configurações de DNS do seu domínio. Novamente, como acontece com DKIM e SPF, vá para sua conta na hospedagem, que no nosso exemplo é o Hostinger, escolha o domínio e adiciona um novo registro TXT DNS, contendo o registro DMARC que você criou. 

Acrescentando um registro DMARC às configurações DNS no Hostinger.

Perguntas frequentes

O que devo fazer se eu já tiver um registro SPF de um serviço diferente?

Mesmo se você estiver usando serviços diferentes, você terá apenas um registro SPF. Este registro incluirá todos os serviços que você pretende usar para suas campanhas.

Por exemplo, se você estiver usando o Selzy junto de sua caixa de entrada no Outlook.

Neste caso, adicione "include:spf.selzy.com" ao registro já existente de "v=spf1 include:spf.protection.outlook.com ~all". Se houver "redirect=" no seu registro, você deve alterá-lo para "include:". O registro combinado deve terminar com "~all".

Como resultado, seu registro SPF ficará assim:

v=spf1 include:spf.protection.outlook.com include:spf.selzy.com ~all

Você pode editar o registro SPF padrão em qualquer outro provedor de e-mail da mesma forma.

Segui todas as instruções, mas o status do Selzy ainda está como "criado" ou "desativado". O que devo fazer?

Se você atualizar o status e ver a notificação de que nenhum erro foi encontrado, aguarde mais 30 minutos. O status será atualizado para ativado.

Ao atualizar o status, os seguintes erros podem ocorrer:

  • Registro DKIM não encontrado.
  • Registro SPF ausente.
  • O parâmetro obrigatório "include:spf.selzy.com" está ausente no registro SPF.

Nesse caso, você deve verificar se seus registros no serviço de hospedagem de domínio estão corretos.

Recomendamos que você verifique espaços extras, pois eles são considerados ao ler o registro. Você também pode verificar se adicionou os registros no serviço de hospedagem correto.

Links úteis:

Como enviar e-mails em massa com o Gmail?

0
0