9 ótimas dicas de design de email marketing

9 ótimas dicas de design de email marketing
19/04/2024 • ... • 163 visualizações
Rodrigo van Kampen
Escrito por Rodrigo van Kampen

Ao criar seu e-mail marketing, o design faz toda a diferença! A frase perfeita com a ilustração certa pode tornar a campanha muito mais eficiente, por isso, neste artigo separamos 9 dicas de design de email marketing para se destacar e conquistar o seu público.

O impacto do design do e-mail marketing na eficácia das campanhas

Hoje em dia todo mundo recebe muitas campanhas de e-mail marketing, tanto aquelas não solicitadas, chamadas “spam”, quanto de lojas que frequentam, compram e até são fãs.

Mas, com tanto volume, na maioria das vezes não é possível ler todos os e-mails que chegam na caixa de entrada, muitos são apagados sem ler, ou, no máximo, só recebem uma olhadela de cinco segundos antes de irem para a lixeira. Por isso, para que o marketing digital seja eficiente, qualquer tática para prender a atenção do consumidor e passar a mensagem aumenta muito a conversão da sua campanha de e-mails.

Por isso o design do e-mail faz toda a diferença. Não só porque um e-mail pouco atrativo não vai chamar a atenção, mas porque, com o tempo, seu cliente passa a reconhecer suas campanhas somente pelo visual, e isso pode fazer com que dedique mais tempo à sua mensagem.

Também é importante lembrar que, quando se trata de campanhas de e-mail marketing, a taxa de abertura vale ouro! Não só porque mais gente estará lendo sua mensagem, mas também porque uma taxa de abertura muito baixa pode fazer com que os programas de e-mail passem a identificar sua mensagem como spam e sequer entregá-la nas caixas de entrada.

Mas não é preciso ser um mago do design, ou especialista em marketing para criar uma mensagem atrativa. Com algumas dicas você consegue criar uma campanha de e-mail marketing de destaque, alinhada à identidade de sua marca, com imagens chamativas e, claro, ótimos resultados.

E o melhor: também não é preciso saber programação. A maioria dos sistemas de envio marketing já permite que você monte sua campanha com ferramentas fáceis. A Selzy, além das ferramentas de criação de e-mail marketing, também conta com mais de 140 modelos de e-mail que podem ser modificados para ficar com a cara da sua empresa.

Vamos à primeira dica?

1. Crie um CTA vívida

Chamada à ação, ou em inglês “Call to action” é um termo do marketing para uma chamada em destaque que explique e convide o seu consumidor a agir. É a frase que torna um leitor passivo em um comprador ativo, aumentando suas vendas.

“Ligue agora”, “Clique aqui e conheça nossas promoções”, “Pegue agora o seu desconto” ou “Inscreva-se já no melhor evento de e-mail marketing da América Latina” são exemplos de chamadas à ação.

São frases que chamam atenção no design da newsletter e geralmente vão no começo da mensagem. Muitas vezes estão dentro de um botão clicável, já indicando o caminho a seguir a partir daquele e-mail.

A chamada à ação tem algumas características particulares para ser mais efetiva:

  • É escrita no imperativo (compre, inscreva, veja)
  • Traz um senso de urgência (agora, já, antes que acabe)
  • É específica àquele e-mail marketing (“visite nosso site”, por exemplo, é mais fraco do que “aproveite a promoção de fim de semana”)
  • Pode usar a curiosidade como gatilho (“descubra como aumentamos nossas vendas em 200%”)

Dica importante: o link do botão da chamada à ação deve ser específico para aquela chamada. Em vez de direcionar para a “Home” do site, a conversão é muito maior quando direcionada diretamente para o produto, ou para uma Landing Page específica criada para a campanha. Pense nisso ao criar o design do seu e-mail marketing.

Exemplo de campanha de e-mail marketing para uma loja de roupas.
Neste exemplo, temos um título criativo, mas a verdadeira chamada à ação está dentro do botão: “Economize agora!”

2. Use o bom senso ao criar e-mails

Ao criar o design do seu e-mail marketing, não basta olhar apenas para o lado das estatísticas, métricas e projeção de vendas. É preciso usar um bom senso, ou seja, tentar produzir uma campanha de e-mail marketing que o consumidor queira receber e se interesse em continuar assinando.

Lembre-se que “menos é mais”, ou seja, o seu e-mail marketing deve ter um objetivo único. A maior vantagem do e-mail como estratégia de marketing digital é a possibilidade de trabalhar o cliente no longo prazo, ao longo de várias mensagens. Por isso, evite que o seu e-mail tente fazer várias coisas ao mesmo tempo.

Por exemplo, recepcionar o cliente, explicar o posicionamento da empresa, falar das promoções e pedir que recomende aos amigos, nossa! É coisa demais, a mensagem chegará truncada e confusa. Você conseguirá um resultado melhor com um e-mail por semana, cada um com um direcionamento específico.

Ainda pensando em bom senso, evite abusar no design do seu e-mail marketing, com excesso de GIFs animados, imagens, fontes diferentes, mensagens e estratégias de marketing. Um e-mail efetivo será limpo e fácil de ler, e, claro, alinhado à identidade da sua marca.

Por fim, como “bom senso” é um parâmetro individual, você pode utilizar os colaboradores da sua empresa como leitores de teste. Antes de enviar um e-mail marketing à toda base de clientes, mande o e-mail somente para os colaboradores internos e peça opiniões e feedbacks. Assim você aumenta as chances de sucesso e melhora a previsão de vendas.

Exemplo de campanha de e-mail marketing com o tema “loucura”.
Usar bom senso não significa que o seu e-mail deva ser chato ou sério. Apenas que deva passar a mensagem com clareza.”

3. Considere o tópico e seu público-alvo

Esta dica é semelhante à anterior, mas, dessa vez, olhamos para o receptor da mensagem. Quem é o público-alvo da sua campanha de e-mail marketing? Qual o perfil do leitor, e que tipo de campanha pode ser mais efetiva?

Também existe e-mail marketing para todo tipo de ação: para aumento de vendas, promoção, fidelização do cliente, relacionamento a longo prazo, passar informações, trabalhar no topo do funil de vendas, melhorar conversão ou solicitar avaliações e comentários. Cada campanha terá um estilo, algumas exigem uma quantidade maior de texto, outras são só imagens e chamadas de destaque.

Ao criar o design do seu e-mail marketing, ou quando estiver elaborando diferentes campanhas, pense sempre em qual o objetivo daquele e-mail específico, qual o tópico que está trabalhando, e quem é o público que vai recebê-lo?

Uma ferramenta que ajuda muito neste caso é a persona, que elaboramos ao identificar o público-alvo. Leia mais sobre público-alvo neste artigo que escrevemos: Como identificar o público-alvo?

Por exemplo, um e-mail enviado a possíveis compradores corporativos será mais sério e técnico, enquanto um e-mail marketing para uma marca voltada ao público jovem pode ser mais descontraído e alegre.

Outra boa dica é fazer a segmentação. Uma loja que trabalha com diferentes públicos, por exemplo, pode ter e-mails diferentes para o público mais interessado em esportes e outro mais direcionado ao consumidores de roupas de dança. Ao segmentar o público é possível trabalhar com um texto, design e linguagem mais específica e efetiva. Já escrevemos sobre isso, aprenda tudo sobre segmentação de e-mails em marketing.

Exemplo de campanha de e-mail marketing voltado para esportistas.
A linguagem do e-mail, assim como o visual, deve se adequar ao público.”

4. Não crie e-mail marketing como spam

Se você quer uma boa taxa de abertura, evite que o seu e-mail pareça spam, tanto para filtros automáticos quanto para o seu usuário. (Lembrando que a taxa de abertura é a porcentagem de usuários que lêem o seu e-mail, descartando os que retornam erro).

Ou seja, o design do seu e-mail marketing precisa parecer profissional e conquistar a atenção com conteúdo limpo e hierarquizado (chamadas em destaque, texto legível e imagens profissionais).

Evite, principalmente, o excesso de palavras de venda agressiva, como “promoção”, “de graça”, “urgente”, “ganhe dinheiro”, “oportunidade única”, principalmente em caixa alta e com excesso de pontuação. A regra vale principalmente para o assunto e para as primeiras linhas do texto, que muitas vezes são as únicas vistas pelo cliente antes de decidir marcar um e-mail como spam ou deletá-lo.

Em outro artigo explicamos tudo o que você precisa saber sobre como melhorar a taxa de abertura de e-mail marketing.

5. Use imagens, mas tenha cuidado com o tamanho delas

Boas imagens podem ser o diferencial de uma campanha de e-mail marketing que cativam e atraem os consumidores, aumentando a leitura e a conversão.

Além de fotos, ilustrações também dão um charme a mais, interagindo com os outros elementos do design.

As imagens, portanto, são um elemento-chave no design do seu e-mail, elas convidam e direcionam o olhar. E com tão pouco tempo para passar a mensagem, mais vale uma imagem do que mil palavras…

No entanto, é preciso se atentar para o tamanho das imagens e ilustrações, já que elas “pesam” na entrega de e-mails. As imagens podem ser “grandes” de duas maneiras:

O peso (tamanho do arquivo em kb) é grande demais.

Em e-mail marketing, a recomendação é que o e-mail seja muito leve, para que seja entregue sem problemas mesmo em redes móveis, e também não pese para o sistema de leitura de e-mail do seu cliente. Lembre-se, muitas pessoas recebem centenas de e-mails por dia, com isso podem esgotar o tamanho da caixa de entrada rapidamente.

Imagens grandes também carregam mais lentamente, e podem ser completamente ignoradas pelo leitor se não aparecerem nos primeiros segundos ao clicar no e-mail.

Por fim, muitos provedores de e-mail podem ignorar imagens acima de 100 kbps, chegando a mandar para o spam os e-mails contendo imagens acima desse tamanho.

O tamanho das imagens em pixels (largura e altura) é grande demais.

Além de imagens grandes em altura e largura também serem maiores em peso, a maioria dos provedores de e-mail possuem layout em colunas, o que faz com que a maioria dos e-mails seja aberto em uma coluna com menos de 600 pixels de largura, dimensão semelhante quando os e-mails são abertos em dispositivos móveis.

Embora hoje tanto os sistemas de envio de e-mail marketing já trabalhem com layout responsivo como os próprios provedores também mostrem esse layout, ainda é comum que uma imagem muito larga acabe “quebrando” o layout do e-mail marketing, fazendo com que todo o texto seja redimensionado ou que o e-mail ganhe uma desnecessária barra de rolagem horizontal.

Como regra, procure limitar a largura das imagens e ilustrações a 500 ou 600 pixels.

Por fim, evite imagens demais no seu e-mail marketing. Uma imagem de destaque, e mais duas ou três de apoio é o ideal. Quando as imagens são essenciais para passar a mensagem, considere criar uma landing page e direcionar o seu consumidor.

6. As principais informações do seu e-mail devem estar na primeira tela.

Você sabe o que significa “above the fold” (acima da dobra) e “below the fold” (abaixo da dobra)? Trata-se de um termo antigo do design de webpages que criava uma linha imaginária no site: tudo o que apareceria assim que o site fosse aberto sem precisar acessar a barra de rolagem estaria acima da dobra, e o restante do conteúdo abaixo, acessível somente depois de rolar a página para baixo.

Hoje, com a multiplicação de formatos de telas (horizontais, verticais, de todos os tamanhos e resoluções possíveis), o termo caiu em desuso, mas ainda é uma boa metáfora para pensar no design do seu e-mail marketing.

A parte superior do conteúdo do seu e-mail aparece logo que ele é aberto. Nessa primeira área você deve mostrar a que veio. É onde ficam os títulos e destaques da mensagem. Uma vez conquistada a curiosidade do leitor, ele vai acessar o restante do e-mail.

Por isso, evite também imagens muito altas nesta área, que deixam menos espaço para o seu conteúdo.

Exemplo de campanha de e-mail marketing transacional com um bom design e mensagem clara no início.
As informações importantes do e-mail aparecem em destaque logo no começo da mensagem.”

7. Teste diferentes opções de design

Nem sempre os melhores resultados conseguem ser previstos. Por isso, o melhor truque é sempre testar diferentes opções e ver o retorno de cada uma delas.

Dica: o dado usado para medir o retorno de uma campanha chama-se ROI, e já escrevemos sobre isso no blog da Selzy Leia aqui sobre como calcular o ROI do seu e-mail marketing.

Existem diferentes meios de testar opções de design para o seu e-mail marketing. Uma delas é segmentar a sua lista em perfis diferentes, testando mensagens diferentes para cada um deles. Outra forma é por meio do Teste A/B, que envia um e-mail marketing diferente para cada amostra do público para medir o melhor resultado.

Descubra o que é teste A/B e por que é importante para e-mail marketing.

E, claro, sempre teste a visualização da sua mensagem antes de enviar. Você deve verificar como a imagem aparece em computadores e dispositivos móveis, para garantir os resultados.

8. Selecione fontes de qualidade

Se a maior parte da sua mensagem é texto, é claro que o texto precisa ficar bonito na tela. Uma boa escolha de fontes pode direcionar o olhar do leitor, tornar a mensagem atrativa e até menos cansativa.

Além da beleza da mensagem, priorize sempre a legibilidade. Para isso, você precisa de alguns elementos, como:

  • Bom contraste entre as cores do texto e fundo. Preto sobre fundos claros e branco sobre fundo escuro são clássicos, e combinam com diversas cores.
  • Tamanho adequado. Além de títulos grandes, o corpo da mensagem deve ter entre 10 e 14 pontos para uma boa legibilidade.
  • Espaçamento adequado, com entrelinhas entre 1,2 e 1,5 facilitam a leitura. Também é preciso garantir um bom respiro entre títulos e blocos de texto.

Por fim, quando se trata de design digital, a fonte escolhida nem sempre será visualizada como você previu no dispositivo do destinatário.

Leia também: Guia definitivo de uso de fontes para e-mail marketing

9. Padronize o design de seu e-mail sempre que possível

A última coisa que você quer é que o seu cliente marque como spam um e-mail marketing apenas por não ter sido reconhecido que veio da sua empresa.

Por isso, a padronização no layout do e-mail marketing é importantíssima para melhorar a taxa de leitura, e, principalmente, os resultados.

Isso não significa que você tem que mandar todos os e-mails iguais, muito pelo contrário, uma variação de formatos ajuda a manter a sua comunicação mais dinâmica e interessante.

A consistência é obtida por alguns elementos do design que se repetem em todos os e-mails, como, por exemplo, o logo ou posicionamento do título, o esquema de cores e fontes, e o estilo das fotos e ilustrações. Inclusive, ao criar as primeiras campanhas de e-mail marketing, uma dica interessante é já prever como serão os próximos e-mails, e fazer os ajustes para que todos eles tenham uma mesma identidade visual.

Exemplo de campanha de e-mail marketing com elementos e paletas de cores reconhecível.
Elementos simples como a presença do logo sempre no início do e-mail e ilustrações com a mesma paleta de cores em todos os e-mail, ou sempre as mesmas cores no texto, são suficientes para criar uma identidade visual reconhecível para o seu e-mail marketing

Conclusão

O design é um dos elementos mais importantes do e-mail marketing. É o visual que pode aumentar a taxa de leitura, a conversão de vendas e até a fidelização do cliente.

Mas não é preciso ser um designer para fazer um bom trabalho. Observando as dicas de artigo e utilizando ferramentas simples, como o criador de e-mails da Selzy, baseado em modelos pré-definidos, é possível apresentar um layout atraente e com ótima conversão.

A prova disso é que todos os exemplos utilizados neste artigo são modelos editáveis pelo criador de e-mails da Selzy.

Um e-mail bem desenhado, de aspecto profissional, também ajuda com que o e-mail não seja identificado como spam, e melhora a entregabilidade do conteúdo para o seu cliente, o seu público-alvo.

Artigo escrito por
Rodrigo van Kampen
Depois de anos trabalhando em agências de marketing e publicidade, escolhi a vida de freelancer, trabalhando com clientes de todo o país e perfil de segmento. Pai de dois, marceneiro amador, escritor profissional e redator nas horas vagas, escrevo em rodrigovk.com.br
Saiba mais Rodrigo
Selzy
Selzy
Selzy
Selzy
Selzy

Artigos mais recentes