Como usar subdomínios de e-mail: uma abordagem estratégica

Como usar subdomínios de e-mail: uma abordagem estratégica
06/05/2024 • ... • 159 visualizações
Maria Luíza Carneiro
Escrito por Maria Luíza Carneiro

Como melhorar a entregabilidade de e-mails, manter uma boa reputação e evitar cair no spam? Usar subdomínios de e-mail é uma forma prática de melhorar esses aspectos. Neste guia você irá aprender passo a passo dessa tática simples e poderosa! 

O que é um subdomínio de e-mail?

O endereço de e-mail é formado por um nome, seguido do arroba e o domínio. Subdomínios são ramificações do e-mail principal, ele vem após o arroba e antes do domínio. Confira no exemplo:

Exemplo de estrutura de e-mail sinalizando o que é o nome, subdomínio e domínio.
Comece a reparar em sua caixa de entrada e você verá vários subdomínios!

Como você já deve saber, um dos pilares para a boa entrega de e-mail é a reputação do seu domínio. Ao criar subdomínios, cada novo endereço terá a sua própria reputação, sem ser influenciada ou influenciar os outros, por isso é uma estratégia muito positiva.

Se você é novo no e-mail marketing e ainda não começou a enviar e-mails em massa, descubra aqui como enviar e-mails em massa com o Gmail? 

Posso trocar o nome ao invés do subdomínio?

O nome que inicia o e-mail também pode ter variações, mas ele não terá diferença para o domínio principal. Os servidores de e-mail, como Gmail e Outlook, irão considerá-los o mesmo domínio, dessa forma, terão a mesma reputação. 

Portanto, para fazer uso dos benefícios dessa estratégia você não pode apenas trocar o nome, deve criar um novo subdomínio.

Por que usar subdomínios?

Usar subdomínios pode trazer diversos benefícios para o e-mail marketing do seu negócio. Confira as situações em que essa estratégia pode melhorar seus resultados: 

Segmentar o engajamento

Existem duas categorias principais de e-mail: o e-mail transacional e o e-mail marketing, que incluem newsletters, promoções e outras comunicações semelhantes.

Os e-mails transacionais são aqueles enviados a partir de uma ação do usuário, como confirmações de inscrição, notificações de compra bem-sucedida e atualizações sobre o status de envio de produtos.

Esses e-mails costumam ter uma taxa de abertura grande, pois os usuários estão aguardando por eles. É essencial que esse tipo de e-mail caia na caixa de entrada e não no spam, evitando qualquer desconforto ou confusão para o cliente. 

Os e-mails de marketing costumam ter menos engajamento, por isso podem ser marcados como spam. Criar subdomínios irá garantir que a entregabilidade dos e-mails com mais engajamento não seja afetada. 

Vamos supor que os seus e-mails de oferta tem um bom engajamento, já a newsletter nem tanto. Você pode então criar subdomínios segmentando pelo engajamento para que os e-mails com menores taxas não influenciam os e-mails que são bem recebidos. 

Realizar análises precisas

Usando diferentes subdomínios para os diversos tipos de e-mail, você pode analisar individualmente os resultados de cada um. É possível ter uma visão clara das áreas que precisam melhorar para otimizar sua entregabilidade. 

Essa análise permite o refinamento contínuo das campanhas de e-mail, impulsionando os resultados e a eficácia das estratégias de marketing digital.

Proteger a reputação do domínio

O seu domínio principal é precioso e deve ser protegido! Imagine que você fez uma campanha, e que por algum motivo foi marcado como spam. Se esse for seu único domínio, sua reputação poderia ser seriamente prejudicada, comprometendo a entregabilidade de todos os e-mails.

Ao utilizar subdomínios, você separa o risco. Mesmo que uma campanha dê errado, ela não irá afetar os demais endereços, preservando a reputação e garantindo a continuidade das comunicações por e-mail. 

Como dividir os subdomínios?

A divisão de subdomínios vai depender das necessidades específicas da sua organização. Algumas sugestões são: 

  • Por categoria de e-mail (transacional, marketing, informativo…)
  • Por tipo de conteúdo (newsletter, ofertas, novidades…)
  • Por audiência (clientes existentes, novos leads…)
  • Por localização
  • Por campanha ou evento

A meta é criar uma estrutura que faça sentido para o seu negócio e que facilite a gestão e análise das suas campanhas de e-mail marketing. Veja o exemplo do PicPay:

Esquema com o cabeçalho de três e-mails diferentes da PicPay, sinalizando a divisão dos subdomínios.
Provavelmente eles também usam outros subdomínios além desses

Esses três e-mails foram enviados para mim a partir de três subdomínios diferentes. Eles dividiram da seguinte forma: por categoria (e-mail transacional e e-mail marketing) e por campanha. 

Aproveite também para caprichar na linha de assunto! Ela é o primeiro contato que o leitor terá com seu e-mail, definindo se ele será aberto ou não. Confira aqui algumas dicas para criar um assunto de e-mail que chama a atenção

Como criar um subdomínio de e-mail?

Para criar o subdomínio é simples! Siga esses passos: 

Crie um nome para o subdomínio

Crie um nome para o seu subdomínio. Ele deve ser simples para não causar confusão entre os assinantes, como por exemplo “marketing” ou “novidades”. Em seguida você deve registrá-lo. 

Se você possui um domínio registrado e está usando um provedor de hospedagem de e-mail, é provável que você possa criar subdomínios de e-mail gratuitamente por meio do painel de controle do seu provedor.

Faça protocolos de autenticação

Para garantir que os e-mails sejam autênticos e não pareçam spam para os servidores de e-mail, você precisa autenticar seu subdomínio. 

Desde fevereiro de 2024 o Google e o Yahoo implementaram novos requisitos de autenticação e alterações nas políticas de prevenção de spam. Uma dessas mudanças pede que o seu domínio seja autenticado com DKIM e DMARC. 

Existem outras formas de autenticar seu domínio mas é recomendado seguir as indicações do servidor, optando pela autenticação através de: 

  1. DKIM (Domain Keys Identified Mail) – O processo de configuração do DKIM é fácil, envolve gerar e adicionar chaves de criptografia ao DNS do seu domínio.
  2. DMARC (Domain-based Message Authentication, Reporting & Conformance) – A implementação é um pouco mais complexa, mas não se preocupe, pois a maioria dos provedores de domínio oferecem suporte para essa ação. 

Após autenticar seus subdomínios, acesse o gerenciador de conta na Selzy e adicione seus domínios em “Autenticação de domínio”. Os endereços habilitados e desabilitados ficam listados nessa página. 

Print da tela de “Configuração de conta” da Selzy, sinalizando onde adicionar os subdomínios na plataforma de e-mail marketing.
A Selzy é a maneira mais fácil de enviar e-mail marketing

“Esquente” o subdomínio

Não comece a disparar muitos e-mails logo de cara, pois isso irá resultar em uma classificação negativa pelos servidores de e-mail. Em vez disso, comece selecionando um pequeno número de destinatários, preferencialmente aqueles com histórico de engajamento positivo. 

Aumente o volume de envios gradualmente ao longo dos dias, permitindo que o subdomínio se estabeleça e ganhe credibilidade aos olhos dos servidores de e-mail.

Conclusão

Em resumo, você deve dividir seus subdomínios de acordo com a estratégia de organização e marketing, em seguida registrar e autenticar o domínio, e começar os envios aos poucos para “esquentar” a reputação da conta. 

Utilize ferramentas de monitoramento de reputação de IP e domínio para acompanhar a reputação do seu subdomínio de e-mail. Assim você identifica rapidamente quaisquer problemas de entrega ou atividades suspeitas.

Além disso, quero destacar a importância de possuir um domínio próprio. Conforme as novas diretrizes de prevenção de spam do Google e Yahoo, é recomendável enviar e-mail marketing por meio de um domínio de propriedade própria, em vez de utilizar servidores genéricos como @gmail. 

Utilizar subdomínios pode melhorar a entregabilidade dos seus e-mails e facilitar o rastreamento de resultados, proporcionando uma visão mais clara do desempenho das suas campanhas de e-mail marketing. Boa sorte e sucesso em suas campanhas!

Mulher branca dirigindo um carro para fora do enquadramento enquanto dá tchau.
Até a próxima!
Artigo escrito por
Maria Luíza Carneiro
Meus estudos começaram no teatro, onde pude mergulhar na arte de contar histórias, além de dar aulas e estar no palco também. Mais tarde, aprimorei minhas habilidades na faculdade de Cinema e Audiovisual, afiando o olhar crítico e aperfeiçoando minhas técnicas de storytelling. Atualmente, trabalho com marketing, principalmente na criação de conteúdo. Escrever sempre foi uma paixão pessoal e espero que minhas palavras possam ajudar as pessoas de alguma forma!
Saiba mais Maria Luíza
Selzy
Selzy
Selzy
Selzy
Selzy

Artigos mais recentes