Marketing B2B: exemplos de e-mails que deram certo

Marketing B2B: exemplos de e-mails que deram certo
17/11/2023 • ... • 316 visualizações
Lucas Gonçalves
Escrito por Lucas Gonçalves

Quando falamos em marketing, provavelmente você imagina as ações, estratégias e esforços de uma organização que deseja divulgar e vender seus produtos e serviços para o máximo possível de pessoas. Mas e se os clientes da empresa forem outras empresas?

O nome disso é marketing B2B, uma prática cada vez mais comum para empresas que desejam expandir seus negócios e investir em novos mercados. Mas para isso, é essencial utilizar estratégias eficazes para estabelecer e manter parcerias lucrativas. Entre as várias disponíveis, os e-mails se destacam como os mais indispensáveis nessa equação.

Bustos lateralizados de empresários apertando as mãos.
O Marketing B2B envolve duas empresas

Neste artigo, vamos explorar o que é o marketing B2B, como funcionam os e-mails marketing B2B e quais elementos os tornam tão eficientes. Trouxemos também 10 ótimos exemplos de e-mails criativos para você se inspirar e ter como referência para a sua operação. Vem com a gente e boa leitura!

O que é o marketing B2B?

No mundo dos negócios, as transações e relações comerciais podem assumir diversos formatos. 

O marketing tradicional, conhecido como Business-to-Consumer (B2C), é exatamente como a sigla sugere: da empresa para o cliente, ou seja, tem como objetivo atrair e envolver o consumidor comum, que geralmente é uma pessoa física. 

Já o marketing B2B (Business-to-Business) refere-se às práticas, estratégias e ações adotadas por empresas que atendem outras empresas. Trata-se de um universo complexo que exige bastante estudo e pesquisa, uma vez que envolve públicos-alvo altamente segmentados e necessidades comerciais específicas. Diferente do marketing B2C, que busca alcançar o consumidor final, o B2B tem como foco a promoção de produtos e serviços que atendam às demandas de outras empresas.

Como funcionam os e-mails marketing B2B?

Apesar das diferenças significativas, o marketing B2C e o B2B possuem um objetivo em comum: construir, estabelecer e manter relacionamentos sólidos e duradouros com a clientela. 

E uma das formas mais eficientes de fazer isso é através dos e-mails, uma ferramenta tão presente no nosso dia a dia e que possui um potencial gigantesco se trabalhada estrategicamente. Aqui está um guia sobre como esse processo funciona:

  • Segmentação do público: a primeira etapa é definir quem irá receber os e-mails. Para isso, são levados em consideração critérios como setor, tamanho da empresa, cargo dos tomadores de decisão e histórico de compras. A segmentação permite direcionar mensagens específicas para grupos de empresas que compartilham características semelhantes. Clique aqui e saiba mais como fazer a segmentação correta dos seus e-mail.
  • Desenvolvimento do conteúdo: em seguida, é o momento de criar conteúdos relevantes e úteis para os destinatários. Eles podem variar, envolvendo desde informações sobre produtos e serviços, notícias e até convites para eventos. Confira as nossas dicas de como criar um assunto de e-mail que chame atenção.
  • Estratégia de envio: é essencial também determinar uma estratégia sólida para o disparo desses e-mails, como a frequência de envio, o melhor momento para alcançar os destinatários e a abordagem para a entrega dos e-mails. Algumas empresas optam por usar ferramentas de automação de marketing para programar e-mails com base em gatilhos ou cronogramas específicos.
  • Call-to-action (CTA): por fim, além de trazer todas as informações e conteúdos necessários, os e-mails B2B também contam com uma chamada para a ação no final. Ou seja, incentivam o lead a solicitar uma demonstração, entrar em contato com um representante de vendas ou realizar uma compra.

Quais as vantagens dos e-mails marketing B2B?

O e-mail desempenha um papel fundamental no marketing B2B e oferece uma série de benefícios essenciais para as empresas que atendem outras empresas. Entre os principais, podemos citar:

  • Personalização: os e-mails marketing B2B são altamente personalizáveis. Isso significa que as mensagens podem ser adaptadas de acordo com as necessidades, interesses e estágios da jornada do cliente de cada empresa.
  • Mensuração e análise de dados: os e-mails também permitem que as empresas monitorem meticulosamente o desempenho de cada mensagem. Isso inclui taxas de abertura, cliques, conversões e outros indicadores-chave que ajudam a aprimorar as estratégias e tornar as campanhas mais eficazes.
  • Nutrição de leads: no marketing B2B, o ciclo de compras costuma ser mais longo e repleto de etapas. Os e-mails permitem nutrir esses leads aos poucos com conteúdos relevantes, educativos e persuasivos, mantendo-os engajados até que estejam prontos para tomar decisões de compra.
  • Redução de custos: os e-mails costumam ser uma opção mais econômica quando comparados com outras estratégias de marketing B2B,  como visitas de vendas pessoais ou publicidade em grande escala. Além de não envolverem custos de impressão e envio, eles também possibilitam que as empresas alcancem um grande público de maneira rápida e acessível.
  • Geração de leads qualificados: por meio de estratégias de e-mail bem elaboradas, as empresas podem identificar quais contatos têm maior probabilidade de se tornarem clientes reais. Isso ajuda a equipe de vendas a focar seus esforços nestes leads.
Gato digitando no computador.
Os e-mails são indispensáveis para a sua estratégia B2B

10 ótimos exemplos de e-mails marketing B2B

Para ficar mais claro o quanto os e-mails marketing podem fazer toda a diferença na construção de relacionamentos e no fortalecimento do marketing B2B, trouxemos alguns diferentes tipos de comunicações e exemplos para você se inspirar.

1. E-mail de boas vindas

Este é o passo inicial na jornada da empresa em direção à fidelização do cliente.

Afinal, as pessoas (sejam elas físicas ou jurídicas) querem sentir que são importantes e apreciadas, e não apenas um número em uma lista de contatos.

Além de ser o primeiro ponto de contato com um potencial consumidor, ele estabelece as bases para relacionamentos futuros, causa uma primeira impressão positiva, mostra profissionalismo e demonstra o compromisso da empresa em atender às necessidades do cliente.

Abaixo, um e-mail de boas-vindas da Sendinblue assinado pelo próprio Co-CEO da empresa destacando o que o lead pode esperar da organização.

Screenshot de um e-mail da Sendiblue.
Exemplo de e-mail de boas-vindas

2. Convites para webinars

No meio corporativo, o conhecimento é extremamente valorizado. Afinal, é preciso mostrar que sua empresa domina bem um assunto para que outras organizações confiem e façam negócio com você.

Nesse sentido, os webinars são excelentes para estabelecer conexões, compartilhar conhecimento e impulsionar o engajamento do público empresarial, além de demonstrar a autoridade e a experiência da sua empresa na área.

Os e-mails com convites para webinars também ajudam a gerar leads qualificados, atraindo aqueles que têm interesse genuíno nos tópicos e assuntos apresentados.

Confira um e-mail enviado pela Baita para divulgar o seu webinar sobre aceleração para empresas.

Screenshot de um e-mail da Baita.
Exemplo de e-mail com convite para webinar

3. E-mail transacional

Esse tipo de e-mail, como o próprio nome indica, é utilizado para entregar informações importantes relacionadas a transações comerciais, como confirmações de pedidos, recibos, informações de envio, faturas e atualizações de conta.

No marketing B2B, onde as transações muitas vezes envolvem grandes quantias de dinheiro, receber informações precisas ajuda a fortalecer o relacionamento e a reputação da sua marca.

Os e-mails transacionais também podem incluir sugestões de produtos relacionados que possam interessar ao cliente, ampliando as oportunidades e aumentando as vendas.

Confira um exemplo de e-mail transacional enviado pelo Mercado Livre.

Screenshot de um e-mail do Mercado Livre.
Exemplo de e-mail transacional

4. Dicas e conselhos

Fornecer informações úteis e práticas pode ajudar a consagrar a sua marca como uma fonte confiável de conhecimento e fortalecer o seu relacionamento com seu público.

Ao compartilhar e-mails que trazem insights relevantes, sua empresa se posiciona como uma autoridade no assunto e atrai a atenção de mais clientes e parceiros, demonstrando também um compromisso em ajudar seus parceiros comerciais a alcançarem o sucesso e superarem diversos desafios do dia a dia.

Se você quer gerar leads mais qualificados, essa é também uma excelente estratégia. As empresas atraídas por esse tipo de conteúdo são mais propensas a compartilhar suas informações de contato, o que ajuda na geração de leads com maior potencial de conversão.

Além disso, é uma maneira de mostrar que sua empresa não se preocupa somente em vender e divulgar produtos ou serviços. E-mails que trazem informações valiosas e gratuitas, sem exigir que o lead compre nada em troca, são vistos com excelentes olhos pelo público em geral.

Através das métricas, a empresa pode também medir o engajamento dos clientes com os e-mails e identificar quais tópicos são mais relevantes para o público.

Confira um exemplo de e-mail que traz dicas práticas para o destinatário.

Screenshot de um e-mail do Neil Patel.
Exemplo de e-mail que traz dicas e conselhos

5. Conteúdos exclusivos

Em um mercado cada vez mais competitivo, fornecer conteúdos exclusivos, como e-books, webinars e newsletters, é uma excelente maneira de se destacar e agregar valor aos seus clientes.

Essa estratégia ajuda a criar relacionamentos mais profundos e duradouros com seus consumidores, uma vez que esses materiais demonstram o conhecimento e o compromisso da sua empresa com o sucesso dos seus parceiros comerciais. Também serve para educar os clientes em potencial sobre os seus produtos ou serviços, simplificando o processo de tomada de decisão e agilizando o ciclo de vendas.

Além disso, esses materiais não estão facilmente disponíveis em outros lugares. Isso cria uma sensação de exclusividade e valor para aqueles que recebem os e-mails, promovendo a lealdade e a satisfação do cliente.

Esses e-mails também são excelentes para nutrir leads, pois fornecem informações valiosas e os mantêm engajados ao longo do tempo, o que pode levar a uma conversão mais fácil no momento em que estiverem prontos para fazer uma compra.

Confira o exemplo abaixo.

Screenshot de um template de e-mail.
Exemplo de e-mail que traz conteúdos exclusivos

6. E-mail de referência

As relações são baseadas na confiança, e no mundo corporativo não é diferente. Por isso, é muito comum que as empresas incentivem os seus clientes a indicarem-na para outras pessoas e negócios.

Essa prática permite estabelecer uma rede de contatos altamente qualificados, visto que os clientes costumam direcionar essas recomendações a outros profissionais ou empresas com necessidades semelhantes.

É também uma excelente maneira de avaliar o engajamento dos clientes. As empresas podem rastrear quantas referências receberam, quantos novos negócios foram fechados e o retorno sobre o investimento (ROI). Essas métricas ajudam a avaliar o sucesso da estratégia de referência.

Aqui está um exemplo de como pedir aos seus clientes para indicarem possíveis novos consumidores.

Screenshot de um template de e-mail.
Exemplo de e-mail de referência

7. Solicitação para participar de uma pesquisa

Pedir que seus clientes respondam a pesquisas também é fundamental para o marketing B2B.

É através dessa prática que é possível desenvolver estratégias mais assertivas e se comunicar de maneira mais eficaz com o seu público. Afinal, você vai entender melhor quais são as necessidades dos seus clientes e identificar exatamente quais pontos precisam ser melhorados nos seus produtos ou serviços.

Além disso, ao envolver seu cliente no processo, a sua empresa demonstra que se importa com as opiniões dos seus consumidores e está comprometida com a melhora contínua dos recursos, qualidade, suporte e outros aspectos do negócio, fortalecendo os relacionamentos comerciais e promovendo o engajamento.

Aqui está um exemplo de e-mail marketing com pesquisa, onde a empresa reforça que é um processo rápido e o quanto se preocupa com a opinião dos seus clientes.

Screenshot de um e-mail da Mail2Easy.
Exemplo de e-mail solicitando participação em pesquisa

8. Notícias sobre a empresa

Manter seus clientes informados sobre as novidades e atualizações da sua empresa é essencial para fortalecer o relacionamento da sua marca com eles.

Além disso, e-mails com notícias sobre o negócio permitem uma comunicação contínua com clientes e parceiros, mantendo a empresa no radar deles e demonstrando que ela está comprometida em inovar, evoluir e se reinventar.

Esses e-mails também ajudam a construir a confiança e autoridade da marca. Por isso, divulgue notícias positivas sobre a sua empresa, como premiações, certificações e reconhecimentos, para mostrar aos seus clientes o valor que você tem no mercado.

Confira um exemplo do Itaú, informando sobre as novidades do cartão Pão de Açúcar.

Screenshot de um e-mail do Itaú.
Exemplo de e-mail com notícias da empresa

9. Anúncio de um novo produto

Seja no marketing B2C ou B2B, o principal objetivo é manter os consumidores cientes dos produtos e serviços que a empresa oferece.

Os e-mails que anunciam novos produtos garantem que seus clientes estejam sempre atualizados sobre as ofertas mais recentes da empresa. Eles também permitem medir o nível de interesse do público, ajudando a operação a entender quais produtos têm maior demanda e a direcionar seus esforços de marketing de acordo.

Além disso, divulgar seus novos produtos é essencial para destacar a capacidade da sua empresa de inovar e crescer, visto que novos produtos representam novas necessidades sendo atendidas.

Confira um exemplo de e-mail de divulgação de uma campanha de produtos.

Screenshot de um e-mail da ChateauBlanc.
Exemplo de e-mail anunciando novos produtos

10. Estudo de caso

Quando o assunto é conquistar a confiança dos seus clientes e construir a autoridade da sua marca, é importante fornecer evidências concretas da eficácia dos produtos ou serviços da empresa.

Uma maneira de fazer isso é trazendo casos de sucesso de outros clientes, destacando como a empresa foi capaz de atender às necessidades e desafios específicos do consumidor e ajudá-lo a atingir suas metas.

E-mails assim também influenciam nas decisões de compra. Afinal, ao verem que a empresa foi capaz de resolver outros problemas semelhantes aos seus, os potenciais clientes podem avaliar mais precisamente o impacto e a eficácia dos produtos ou serviços oferecidos.

Confira este exemplo da Reivax que, através de um e-mail, mostrou como suas soluções foram capazes de solucionar os problemas de um cliente específico.

Screenshot de um e-mail da Reivax.
Exemplo de e-mail com estudo de caso

Conclusão

Comunicar-se com outras empresas é uma tarefa desafiadora. Assim como no marketing tradicional, o marketing B2B deve sempre se preocupar em trazer conteúdos relevantes e pertinentes para seus clientes, mostrando que a empresa pode ser a parceira número um deles.

Para isso, é indispensável os e-mails fazerem parte dessa estratégia. Além de estabelecerem conexões, fortalecerem a reputação e impulsionarem as vendas, eles podem ser adaptados para qualquer segmento e objetivo. No entanto, é preciso ficar atento à relevância, à segmentação e ao timing para que resultados incríveis sejam alcançados.

Conte com a Selzy para ficar por dentro das boas práticas do marketing B2B e descobrir como criar e-mails marketing memoráveis para outras empresas. Aproveite e confira o nosso guia definitivo sobre e-mails marketing B2B.

Artigo escrito por
Lucas Gonçalves
Publicitário, músico, redator. Desde cedo, descobri uma paixão pelas palavras e decidi ganhar a vida com isso. Mais do que criar anúncios, acredito no poder das ideias de transformar comportamentos e conectar pessoas e marcas.
Saiba mais Lucas
Selzy
Selzy
Selzy
Selzy
Selzy

Artigos mais recentes