4 ps do Marketing: o que são e como podem transformar o seu negócio?

4 ps do Marketing: o que são e como podem transformar o seu negócio?
01/11/2023 • ... • 443 visualizações
Lucas Gonçalves
Escrito por Lucas Gonçalves

Ninguém sabe ao certo quando o marketing surgiu. Sabemos apenas que ele nasceu através da revolução industrial, quando os produtos começaram a ser produzidos em grande escala e os consumidores passaram a ter mais opções na hora de comprar. 

De lá para cá, surgiram inúmeros conceitos, informações e estruturas para guiar marcas e empresas que desejam se comunicar de maneira mais assertiva com seu público-alvo e, dessa forma, aumentar seus lucros.

4 ps do Marketing: o que são e como podem transformar o seu negócio? 1
Os 4 Ps do Marketing são fundamentais para o sucesso da marca

Uma das definições mais importantes são os 4 Ps do Marketing, em que cada letra representa um pilar fundamental na estratégia do negócio: Produto, Preço, Praça e Promoção. Neste artigo, vamos explorar cada um desses elementos e mostrar como dominá-los pode ser a chave para o sucesso de qualquer organização. Trouxemos também uma série de exemplos para você ver que, mesmo após tantos anos, esse conceito continua atual e pode ser aplicado na sua produção. Vamos lá?

O que são os 4 Ps do Marketing?

Também conhecidos como o Mix de Marketing, os 4 Ps do Marketing são uma maneira simples e eficaz de destacar os elementos-chave principais de uma estratégia de marketing bem-sucedida. 

Esse conceito foi desenvolvido na década de 1960 por E. Jerome McCarthy, um renomado professor de marketing da Universidade Estadual de Michigan. Seus componentes ajudam marcas a conceber, planejar e implementar ações para promover e vender seus produtos e serviços.

Vamos conhecer agora cada integrante dessa estrutura e entender como eles ajudam as instituições a tomarem decisões, otimizarem sua gestão e definirem os caminhos para alcançar seus objetivos.

  1. Produto

O primeiro P diz respeito ao produto ou serviço oferecido pela empresa. Ou seja, refere-se a todas as características dele, desde design, embalagens, benefícios e diferenciais. 

Por meio destas características, é possível oferecer algo único e valioso para o mercado. Portanto, é essencial entender o que seu produto faz, os problemas que ele resolve e como pode se destacar entre os concorrentes.

Um exemplo de produto são os iPhones da Apple, reconhecidos mundialmente por serem inovadores, de alta qualidade e com um design simples e elegante. São essas características que ajudam a eternizar o produto na mente e no coração dos seus clientes.

  1. Preço

O segundo P é o preço. Ele envolve toda a estratégia de precificação da empresa, o valor monetário dos produtos ou serviços, a definição de descontos e muito mais.

Para isso, devem ser levadas em consideração diversas variáveis, como custos de produção, margens de lucro desejadas e percepção de valor pelo cliente. O preço afeta diretamente o faturamento e a rentabilidade da empresa e, por isso, deve ser calculado de forma estratégica.

O preço também impacta a forma que os consumidores enxergam a marca. A Havaianas, por exemplo, por muito tempo foi lembrada como uma empresa que fabricava calçados mais baratos, voltados para pessoas com menor poder aquisitivo. Hoje em dia, no entanto, considerada uma grife internacional, após um reposicionamento de marca muito bem sucedido.

  1. Praça

O terceiro P refere-se à distribuição do seu produto ou serviço. Tem relação com todo o esforço que o seu público deve fazer para alcançar o seu produto, sendo fundamental escolher assertivamente os canais de distribuição adequados.

Esses canais podem incluir varejo, vendas diretas, e-commerce, entre outros. Não importa a plataforma, o objetivo é sempre o mesmo: garantir que seu produto esteja disponível aos seus clientes onde e quando eles quiserem.

Afinal, não há nada mais frustrante para um consumidor que deseja obter um determinado produto e descobrir que, para isso, precisa se deslocar fisicamente para um outro local, cidade ou estado.

O Spotify, por exemplo, distribui seus serviços de forma 100% digital, permitindo que seus usuários utilizem o streaming e escutem suas músicas e podcasts favoritos em qualquer hora e lugar, garantindo a praticidade e a conveniência que seus consumidores buscam.

  1. Promoção

O quarto e último P aborda a forma como os produtos ou serviços são promovidos. Afinal, de que adianta uma marca ter um produto inovador, um preço imbatível e uma distribuição estratégica se ninguém sabe da existência dela?

A promoção inclui todas as ações e estratégias de marketing, comunicação e publicidade para aumentar a conscientização do público sobre o produto e, consequentemente, persuadi-los a se tornarem potenciais clientes. Para isso, são usados publicidade em mídia, marketing digital, relações públicas, vendas pessoais e outras ações. Clique aqui para conferir a nossa matéria sobre e-mail marketing para iniciantes para que possa promover sua empresa via e-mail.

Mais do que anunciar a existência do produto, o objetivo é criar um envolvimento genuíno com os consumidores, comunicar os benefícios daquilo que está sendo vendido e reforçar os diferenciais em relação aos concorrentes.

Um exemplo de marca que promove muito bem os seus produtos é a Coca-Cola. Afinal, é quase impossível não reconhecermos o vermelho e branco utilizados pela empresa e não nos sentirmos cativados por suas campanhas que sempre pregam o otimismo, a felicidade e os bons momentos. Não é à toa que esta é a marca mais consumida do mundo.

Empresas bem-sucedidas que utilizam os 4 Ps do Marketing

O conceito dos 4 Ps do Marketing foi criado e desenvolvido há mais de 50 anos, lá na década de 1960, e continua atual. Para mostrar isso, trouxemos três exemplos de grandes marcas que utilizam essa estratégia para guiar suas ações.

  1. Coca-Cola

A Coca-Cola é uma das marcas de refrigerante mais icônicas e amadas no mundo inteiro. Parte do seu enorme sucesso pode ser atribuída às estratégias de comunicação da empresa, que consagraram seu produto como um verdadeiro símbolo da cultura pop.

O produto da Coca-Cola é, principalmente, o refrigerante carbonatado que leva o mesmo nome da empresa, conhecido por sua fórmula secreta, sabor refrescante e design inconfundível, seja nas latas ou garrafas. Porém, é possível encontrar outros produtos no portfólio da marca, como bebidas diet, energéticos, chás e até águas saborizadas.

Já a estratégia de preços da Coca-Cola busca tornar seus produtos acessíveis à maioria das pessoas. A empresa oferece diferentes tamanhos de um mesmo produto, cada um com preços diferentes, permitindo que o cliente escolha aquele que melhor se adequa ao seu bolso. Além disso, frequentemente estabelece parcerias com restaurantes e redes de fast-food, oferecendo promoções e descontos aos consumidores.

Em relação à praça, a presença global da Coca-Cola é impressionante. As bebidas da marca estão disponíveis em praticamente qualquer lugar do planeta graças ao seu eficiente sistema de distribuição e parcerias com empresas que produzem e entregam os produtos em escala mundial. É por isso que a Coca-Cola é facilmente encontrada em diversos canais, incluindo supermercados, lojas de conveniência, restaurantes, máquinas de venda automática e até mesmo eventos esportivos e culturais.

Por fim, as estratégias de promoção da Coca-Cola são um dos elementos principais que garantem o sucesso da marca. Suas campanhas de marketing memoráveis ajudam a criar uma conexão emocional forte com os consumidores, que associam a marca a bons momentos e experiências únicas. Um bom exemplo é a campanha “Share a Coke”, onde era possível personalizar as embalagens com nomes individuais, incentivando as pessoas a compartilhar suas bebidas com amigos e familiares.

Campanha #ShareaCoke da Coca-Cola com várias garrafas com diferentes nomes.
A campanha #ShareaCoke ajudou a fortalecer ainda mais a marca
  1. Apple

A empresa da maçãzinha também é uma das mais admiradas e bem-sucedidas do mundo. Fundada em 1976 por Steve Jobs, revolucionou o mundo da tecnologia com a introdução do Macintosh e, hoje, possui uma legião de consumidores que se comportam como verdadeiros fãs da marca.

A Apple é sinônimo de produtos inovadores, com design minimalista e que oferecem uma integração perfeita entre hardware e software. O diferencial da empresa é não se contentar em simplesmente fabricar dispositivos, e sim criar objetos de desejo que transmitem status e orgulho. É o caso dos iPhones, iPads e Apple Watches.

É por isso que a estratégia de preços da Apple é baseada na percepção do valor. Seus produtos são considerados premium, estando entre os mais caros da categoria e, mesmo assim, sendo altamente consumidos. Isso porque os clientes da marca estão dispostos a pagar mais caro por um produto que traz a qualidade, a tecnologia de ponta e a experiência de usuário que eles buscam.

Em termos de praça, a Apple possui uma das redes de distribuição mais sofisticadas do mundo. Seus produtos estão disponíveis em lojas próprias da marca, as chamadas Apple Stores, que contam com um serviço de assistência técnica excepcional, uma equipe de técnicos altamente qualificados e uma abordagem centrada no cliente. Além disso, os produtos Apple são acessíveis em praticamente qualquer lugar do mundo, podendo ser adquiridos também em revendedores autorizados ou lojas online.

Por fim, quando o assunto é a promoção, a Apple sabe como ninguém criar expectativa e entusiasmo em torno dos seus produtos. Os lançamentos dos produtos da marca atraem a atenção da mídia global e consumidores do mundo inteiro que esperam ansiosamente para conhecer as novidades da empresa.

Visão interna de uma Apple Store
As Apple Stores são sinônimos de minimalismo, sofisticação e inovação
  1. Spotify

É difícil pensar em streamings de música e conteúdos de áudio sob demanda e não lembrar do Spotify. Fundada em 2006, a empresa rapidamente se tornou a mais popular e utilizada no mundo.

O principal produto da marca é sua plataforma de streaming, que conta com uma vasta biblioteca de músicas de diversos gêneros e uma ampla variedade de podcasts de diferentes temas e assuntos. A plataforma também oferece listas de reprodução personalizadas, recomendações de música com base no gosto do usuário e a capacidade de criar listas de reprodução personalizadas. Além disso, a empresa também é conhecida por sua interface intuitiva e amigável que proporciona uma excelente experiência de usuário em smartphones, computadores e demais dispositivos.

Já os preços oferecidos pela marca são totalmente flexíveis, justamente para alcançar mais públicos. Existe o modelo free, onde os usuários podem usar o serviço gratuitamente com anúncios e algumas limitações, e a versão premium paga, que elimina anúncios, permite downloads de músicas e podcasts e oferece uma experiência sem interrupções.

As estratégias de praça do Spotify garantem uma presença global à marca. Sua distribuição é totalmente digital, permitindo que pessoas de qualquer lugar do mundo com acesso à internet possam utilizar a plataforma através de dispositivos móveis, desktops e até alto-falantes inteligentes.

A promoção do Spotify também ajuda a amplificar o sucesso da marca. A empresa investe em publicidade digital, parcerias com artistas, lançamentos exclusivos de álbuns e playlists personalizadas para atrair e reter usuários, além de oferecer avaliações gratuitas do plano premium para engajar novos assinantes.

Plataforma do Spotify mostrando várias músicas e artistas diferentes
Fácil de usar, o Spotify é um sucesso entre os amantes da música

Como aplicar os 4 Ps do Marketing na sua estratégia?

Agora não restam dúvidas de que os 4 Ps do Marketing são indispensáveis para o sucesso de uma marca e para ajudar as empresas a entenderem as necessidades dos clientes, alcançarem seus objetivos de negócios e se destacarem em um mercado cada vez mais competitivo.

Mas você sabe como aplicar essas estratégias de forma prática e eficaz? Preparamos algumas dicas que vão te ajudar nessa missão.

  1. Identifique o seu público-alvo

Antes de estabelecer qualquer ação, é fundamental entender com quem você está falando. Quem é o seu cliente? Do que ele gosta e não gosta? Quais são seus desejos, necessidades e valores? Quais problemas ele enfrenta e como você pode resolvê-los?

Só depois de responder a essas perguntas é que você conseguirá personalizar a sua estratégia e definir as características do seu produto, preços, canais de distribuição e formas de promoção.

Homem olhando através da lupa
É preciso investigar e conhecer o seu cliente
  1. Planeje cuidadosamente

Agora que você tem em mente quem é o seu público, é hora de planejar sua estratégia baseada nos 4 Ps. 

Desenvolva um produto ou serviço que seja relevante para os seus consumidores, atendendo às necessidades e desejos deles. Depois, determine um preço que esteja no orçamento dos seus clientes, mas que também seja capaz de trazer lucro para o negócio. Não esqueça de levar em consideração custos de produção e o valor agregado à sua marca.

Escolha os canais de distribuição que fazem parte da rotina do seu público. É fundamental garantir que seus produtos e serviços estejam sempre disponíveis para seus clientes, seja em lojas online, estabelecimentos físicos, distribuidores ou outros canais específicos.

Por fim, crie estratégias de divulgação que impactam o seu público. Escolha os canais e mídias que seus clientes utilizam e esteja presente em todos, seja nas redes sociais, televisão ou eventos promocionais.

Gato trabalhando intensamente
Planejamento é a palavra-chave do sucesso
  1. Parta para a ação

Tão importante quanto planejar é agir, não é verdade? Por isso, coloque o seu planejamento em prática, monitore o desempenho das suas estratégias e não tenha medo de fazer ajustes sempre que necessário.

Para isso, não esqueça de se manter atento às mudanças e novas tendências que surgem o tempo todo. São elas que vão definir seus próximos passos e te ajudar a se manter relevante na vida dos seus clientes.

Mulher segurando uma claquete
Criar, planejar, ação!

Conclusão

Cada empresa é única, portanto suas estratégias também devem ser. No entanto, os 4 Ps do Marketing podem ser usados por qualquer marca que deseja traçar estratégias assertivas, cativar seu público e alcançar um reconhecimento expressivo.

Ao entender e aplicar cada um dos 4 Ps (Produto, Preço, Praça e Promoção) de maneira personalizada e inteligente, é possível atender às necessidades dos seus clientes e conquistar todos os objetivos do negócio.

Conte com a Selzy para te manter informado sobre as novas tendências que surgem a todo momento no mundo do marketing. Confira as tendências e nossas previsões para esse ano no marketing digital.

Artigo escrito por
Lucas Gonçalves
Publicitário, músico, redator. Desde cedo, descobri uma paixão pelas palavras e decidi ganhar a vida com isso. Mais do que criar anúncios, acredito no poder das ideias de transformar comportamentos e conectar pessoas e marcas.
Saiba mais Lucas
Selzy
Selzy
Selzy
Selzy
Selzy

Artigos mais recentes